O Projeto

Público Atendido

430 crianças e jovens de 6 a 18 anos, moradores do Complexo de Favelas da Maré, com problemas de cognição e emocionais que levam a dificuldade de aprendizado.
Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação
Oficinas Artísticas e Culturais
Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

PÁGINA VIVA - INCENTIVO A LEITURA

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

INFORMÁTICA

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

EDUCAÇÃO PARA SAÚDE

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

CORAL "A PATATIVA DO UERÊ"

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

ORQUESTRA DE VIOLINOS

"AS CORDINHAS DO UERÊ"

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação

CAPOEIRA "OS GUERREIROS DO UERÊ"

 

Localizado no Complexo de Favelas da Maré, na comunidade da Baixa do Sapateiro, o Projeto UERÊ atende anualmente até 430 crianças de sua comunidade e de comunidades vizinhas, entre 6 e 18 anos de idade, que se encontram em situação de extrema pobreza e exclusão social.

 

Os UERÊs recebem atenção individual nessa caminhada para enfrentar múltiplos problemas de aprendizado e bloqueios na cognição. O projeto UERÊ tem um nível altíssimo de resiliência colocando todos os dias à prova estratégias específicas de desenvolvimento cognitivo e interação pedagógica.

 

 

 

O Projeto UERÊ é uma escola diferenciada com uma metodologia de ensino própria, a Pedagogia UERÊ-MELLO; uma pedagogia desenhada para  crianças e jovens com bloqueios cognitivos e emocionais, devido à exposição constante a traumas e violência.

 

 

 

O Projeto UERÊ provê a essas crianças o Complemento do Ensino Formal, com aulas de português, matemática, história, geografia, ciências e idiomas, e mais oficinas de música, capoeira, canto, violino e informática. Além disso, oferece 3 refeições diárias (café da manhã, almoço e lanche).

 

HORÁRIO:  8:00 as 16:00, em dois turnos (manhã e tarde).

 

Todos os alunos do UERÊ devem frequentar também colégios público da comunidade e as inscrições são realizadas sempre em Janeiro e Julho.

Outros Projetos

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação
BOLSAS DE ESTUDO

O Projeto UERÊ criou um programa de bolsas de estudo que permite que seus alunos possam frequentar escolas particulares e assim entrar em contato com outras classes sociais, proporcionando a interação de alunos de realidades distintas. A bolsa cobre os nove anos do ensino fundamental e, dependendo do desempenho escolar do aluno a bolsa poderá se estender ao ensino médio e mesmo até a faculdade.

 

As crianças e jovens participantes deste programa frequentam a Escola Nossa Senhora de Bonsucesso, onde as crianças do UERÊ normalmente apresentam os melhores desempenhos de suas respectivas classes.

O programa funciona como um apadrinhamento. Cada patrocinador assume o compromisso de apadrinhar um ou mais alunos, por no mínimo 2 anos e o custo do patrocínio inclui a mensalidade da escola, uniforme, material didático, transporte, lanche e passeios escolares.

 

Além disso, a partir de 2015, o Projeto UERÊ fechou uma parceria com a Universidade UNISUAM, que irá disponibilizar 20 vagas para os melhores alunos do UERÊ.

 

ESCOLAS: Escola Nossa Senhora de Bonsucesso e UNISUAM.

 
PRIMEIRO EMPREGO

Capacitação em Hotelaria – Programa Menor Aprendiz 

Jovens, de 15 a 18 anos, do Projeto Uerê participam de capacitação em hotelaria através de uma parceria com o Senac-Rio. Estes jovens durante o período de dois anos aprendem a parte teórica e são contratados pelo Programa Menor Aprendiz nos Hotéis Othon, também em parceria com o Uerê. Os jovens recebem, além da capacitação, uma bolsa e vale transporte pelas horas práticas realizadas no Hotel.

 

 

Parceria com Youth Career Initiave 

Dando sequência à capacitação de jovens, ao terminarem o ensino médio, eles podem ser direcionados aos diversos hotéis e parceiros no Rio de Janeiro que fazem parte do Youth Career Initiative, um programa internacional de ensino profissionalizante a jovens em condições de exclusão social.

 

Projeto UERÊ, Pedagogia UERÊ-MELLO, Complexo de favelas da Maré, Favela da Maré, Maré, Escola modelo, Yvonne Bezerra de Mello, Ensino a Distância, EAD, problema de cognição, bloqueios de aprendizagem, projeto social, doação